terça-feira, 22 de setembro de 2009

Já sei que nunca adianta dizer que da próxima vez farei um post optimista. Isso nunca acontece e, nos próximos tempos, dificilmente acontecerá. Lamento muito mas não tenho culpa de ser assim e não tenho culpa de me sentir no fundo do poço.
Afinal este é só mais um ano como todos os outros. E nem pensei que pudesse ser diferente. Acho que o conformismo está mais do que entranhado em mim.
Adolescência? Que porcaria é essa? Não me venham cá dizer que é uma fase maravilhosa porque não concordarei (a não ser quando estiver bem velha ou às portas da morte).
A minha auto-estima está completamente no fundo se é que existe um fundo neste buraco escuro em que me encontro.
Lá estou eu a exagerar (Típico).
Odeio a minha imagem. Odeio tudo em mim. E nada me pode fazer mudar de ideias. Basta olhar-me ao espelho para perceber por que razão sou tão desprezível. Odeio a minha cara, odeio o meu corpo.
Não sou como as outras raparigas de 17 anos. Quem vai interessar-se por uma miúda reles, completamente magricela e com a cara cheia de borbulhas? Ninguém.
Não adianta dizerem que isso não tem importância nenhuma. Quem se lembra do que é ser adolescente não pode condenar-me. Só que, neste caso, a diferença entre mim e a grande maioria dos outros adolescentes é que eu não tenho meros momentos de desânimo, não tenho meros complexos e alterações de humor numa certa altura do mês, não tenho meras descidas do nível de auto-estima. Estes pensamentos são constantes, são diários, são permanentes. E têm um tal controlo sobre mim que conseguem deixar-me de rastos.
Posso estar a exagerar de novo. Afinal quando estou "em baixo" tenho tendência para exagerar mais do que o normal. E acho que tenho alguma noção disso.
Mas a verdade é que não me sinto bem comigo mesma. E não sei se alguma vez vou sentir. Acho que nunca vou atingir o meu equilíbrio interior. Quando digo que quero mudar não é apenas psicologicamente ou a nível comportamental. É também fisicamente. Mas já disse a mim mesma "não há nada a fazer". E mesmo assim não consigo deixar de me sentir mal.
Se calhar sou injusta ( e também tenho noção disso) e talvez não mereça nada do que tenho.
Por vezes não consigo controlar a minha raiva e revolta em relação a outras pessoas. Não consigo evitá-lo, é mais forte do que eu. Talvez no fundo seja apenas inveja (Não sou tão ingénua e boa pessoa como aparento ser). Há muitas coisas que os outros não sabem sobre mim. E também não precisam saber. A verdade é que consigo ser fria e arrogante quando a situação o exige.
Deixei de acreditar em muitas coisas. Começo a achar que os sonhos de nada valem. E ter esperança também não. Porque atrás dos sonhos e da esperança vem sempre (ou quase sempre) a desilusão. E depois é muito mais difícil voltar a acreditar e a sentir vontade de viver. O melhor é viver sem acreditar em nada. Pode ser que, desse modo, a vida nos impressione. É preferível viver desse modo.


Acho que vou acabar por aqui. No fundo, isto foi um mero desabafo. Podia nem sequer publicá-lo como faço tantas vezes mas...parece que é para isso que o blog serve.
Peço desculpa se feri susceptibilidades.

Fiquem bem!

5 comentários:

Anónimo disse...

Hola. Eu sei que um dia ainda vais escrever um post optimista mas até lá continua a escrever aquilo que esta dentro de ti, porque ao escreveres vai te libertar, mesmo que seja por pouco tempo. E compra um espelho novo e normal sff porque esse, em que te vês é côncavo ou convexo, isto é, são espelhos que alteram a nossa imagem, não nos dão a nossa imagem real por isso compra um espelho normal, porque tu és muito gira e tens a uma carrinha muito fofinha. Mas o que importa não é a aparência mas sim o interior, a personalidade, a maneira de ser, só que tu tens os dois, és gira e tens uma personalidade “magica” o que faz de ti uma rapariga fantástica. Como diz um frase árabe, acho eu que é árabe não tenho a certeza.:”Toda a flor que nasce no deserto é preciosa”.E o sonhar, faz bem, mesmo que nos custe por vezes acreditar que se concretizem, mas durante esse tempo em que sonhamos estamos bem, por isso sonha, faz ganhar mais anos de vida;) Como muitos dizem a esperança é a ultima a morrer e a minha sogra chama se esperança:D por isso acredita, sonha e tem esperança porque se a vida te virar as costas apalpa lhe o rabo;) fica bem, uma boa continuação, adios

Anónimo disse...

desculpa escrevi mal nao é carrinha fofinha, é carinha fofinha, ja ando a escrever rr a mais como os franceses:)desculpa pelo erro xau

Anónimo disse...

Olá catarina!Espero que esse teu espirito já esteja menos sombrio e mais colorido.Continua sempre a escrever o que te vai na alma, o blog é teu e é para isso que ele serve.Tens que saber ver reflectidas no espelho as tuas qualidades e virtudes (e tu sabes que são muitas)e não dares valor a pequenos pormenores sem importância. Pensa que o ano vai passar depressa e muitas coisas boas vão acontecer e sonha, nunca pares de sonhar, porque sonhando vamos conquistando coisas que nos ajudam a ser felizes.
Que tal pensares num tema que gostes e começares a escrever sobre esse assunto?(nem que seja só para ti)
Beijocas
Sê Feliz

Anónimo disse...

Olá catarina!Espero que esse teu espirito já esteja menos sombrio e mais colorido.Continua sempre a escrever o que te vai na alma, o blog é teu e é para isso que ele serve.Tens que saber ver reflectidas no espelho as tuas qualidades e virtudes (e tu sabes que são muitas)e não dares valor a pequenos pormenores sem importância. Pensa que o ano vai passar depressa e muitas coisas boas vão acontecer e sonha, nunca pares de sonhar, porque sonhando vamos conquistando coisas que nos ajudam a ser felizes.
Que tal pensares num tema que gostes e começares a escrever sobre esse assunto?(nem que seja só para ti)
Beijocas
Sê Feliz

Anónimo disse...

Ola Cakina!
Aqui em Madrid decidi visitar o teu blog e fi-lo atrav+es de uma pesquisa no Google. Encontrei um site espanhol, um espècie de forum sobre o tema. Entao nao é que o teu blog aparece entre os 10 sites de referencia, ao lado de referencias como o selectivemutismfoundation.org?! Pois espreitem e vao ver. Isto serve como um grande estimulo e a prova daquilo que fazes, fazes com CATEGORIA.
Acredita em ti ("Quem pensa no que os outros dizem esquece-se de si próprio" - nao me lembro do autor).

Parabéns e continua a escrever porque, já és considerada uma Líder no assunto. Queremos saber mais coisas sobre ti.

Confirma:
http://asociacionmutismoselectivo.blogspot.com/2008_02_01_archive.html