domingo, 3 de fevereiro de 2008


Olá a todos.

Peço desculpa por esta (grande) ausência, mas ultimamente tem-me faltado a vontade de me dedicar ao blog (e a outras coisas =S). É como se quisesse distanciar-me de tudo o que é mau, e o blog acaba por envolver-se um pouco nisso. Eu sei que não tenho que falar necessariamente das coisas más, mas falta-me a vontade para falar de toda a minha vida, tal é a frustração que sinto.
Sei que já estive em situações piores, também já me senti pior, mas a frustração permanece, e as dúvidas, incertezas e medos acerca do futuro teimam em atormentar-me, dia após dia.
É difícil fazer com que as coisas boas sobreponham as coisas más, talvez por as coisas más terem uma maior dimensão e um maior peso na nossa vida (ou na minha cabeça!).
Por vezes, não me sinto assim tão mal pois não penso na realidade nem dou a devida importância aos acontecimentos diários, mas isso pode também ser prejudicial, porque ao acontecer algo mau, a queda é muito mais dolorosa e a recuperação muito mais complicada. Por vezes, a ilusão pode magoar-nos mais do que a realidade, quando nos apercebemos de que essa ilusão é simplesmente...ilusão. E não passa disso.
É tão difícil enfrentar o dia-a-dia. É tão difícil enfrentar o que mais tememos. É tão difícil encarar os obstáculos. E eu pergunto, porque é que a vida é tão difícil para uns, e para outros tudo corre bem? Não estou a falar apenas no que diz respeito à minha vida, mas sim no geral. Neste mundo onde tudo é tão injusto.

Estou farta.

Neste momento, há apenas uma coisa que pode ajudar-me a enfrentar cada dia, pois tenho sempre o trunfo de sonhar com algo realmente possível. O dia pelo qual tanto tenho esperado e continuo a esperar. O dia que, se acontecer, será o dia mais feliz da minha vida. É um sonho que nunca imaginei que pudesse realizar-se. Pode até não ter nascido há muito tempo, mas a sensação que tenho é que já nasci com ele. Sempre tive tantos sonhos. Tantos ficaram para trás. E agora vejo a oportunidade de realizar o maior sonho que tenho neste momento. É algo realmente mágico, que poucas pessoas podem compreender.

Para já não vou contar o que é :D até porque, como já disse, quando tudo parece correr bem demais, tenho medo que algo estrague isso. E não sinto isto por acaso. É porque a realidade já o mostrou.

Até lá, vou continuando a sonhar, sonhar e sonhar. E entre as nuvens escuras, verei um raio de sol a brilhar, porque afinal, nem tudo é mau.

Bom Carnaval! Fiquem bem.