quarta-feira, 12 de setembro de 2007


Olá.
Como sabem, as férias estão a acabar, o que é um pesadelo, mas infelizmente não posso fazer nada para o evitar. Podia escrever imensas coisas sobre o que sinto neste momento, agora que as aulas vão começar e vou entrar numa nova escola. Não sei o que vai acontecer, ninguém sabe. Mas lá bem no fundo há sempre aquela possibilidade, aquela ponta de esperança. Pode acontecer, sim, pode. É pouco provável, no entanto é possível. Ou seria possível se eu acreditasse realmente nessa hipótese.

Mas não vou falar sobre isto, porque acabaria por ficar deprimida (ainda mais). Portanto, vou deixar de falar sobre mim e pelo menos uma vez na vida, vou lembrar-me dos outros, daqueles que sofrem muito mais do que eu e merecem ser lembrados. A verdade é que não basta lembrar, é preciso ajudar. Todos nós temos o dever de fazer algo pelos outros, de ajudar aqueles que mais precisam. Um pequeno gesto pode fazer a diferença.
Hoje lembrei-me de escrever isto, por influência da Ester . O post que ela fez no blog dela tocou-me o coração e decidi fazer o mesmo (mas mais superficial...xD), até porque ela mesma pediu para divulgarmos este movimento (até criou um blog somente sobre isto). Não vou escrever um texto tão sentimental como o dela, quero apenas apoiá-la nesta iniciativa e tentar sensibilizar as pessoas para que todos procurem ajudar mais os outros e não tanto a si mesmos.
Queria pôr aqui um vídeo duma música que até fez "renascer" um sonho da Ester (se lerem o post no blog dela perceberão), mas não sei o que se passa e não consigo fazê-lo. No entanto, podem ver esse mesmo vídeo no blog dela... Adoro a música, não só por ser linda, mas também pela mensagem que a música transmite. Um dia destes, se conseguir, ponho o vídeo aqui.
Talvez assim possamos aprender que no mundo existe muito sofrimento para além daquilo que podemos ver... Talvez assim possamos deixar de lado um pouco do nosso egoísmo, do nosso egocentrismo, da nossa ambição, do nosso materialismo e dar mais valor às pequenas coisas... Talvez assim possamos tornar-nos mais solidários com aqueles que mais necessitam... Talvez assim possamos acreditar que tudo é possível, se até aqueles que mais sofrem ainda conseguem acreditar... Eles procuram a sua esperança em nós e não a encontram... Porque não podemos nós encontrar a nossa esperança neles e assim lutar por um mundo melhor?
Afinal, a nossa felicidade passa pela felicidade dos outros.

Por fim, agora que as férias estão a terminar, tenho de agradecer a todos aqueles que tornaram as minhas férias mais agradáveis e menos deprimentes. Agradeço à família, agradeço às amigas e muito em especial à Xana e à mãe, por tudo o que fizeram por mim. Adorei as viagens tanto a Lisboa como à Serra da Estrela. Obrigada do fundo do coração a todos vocês.
E as férias passaram muito depressa. As coisas más chegam muito mais rápido do que as boas.
Agora é mais uma etapa... Uma etapa complicada, mas terei de encontrar coragem (só não sei para quê...lutar ou suportar?).
Quanto a vocês, fiquem bem!